Imprios


As festas em honra do Divino Esprito Santo na Terra Ch so acontecimentos populares e implicam necessariamente falar da origem dos Imprios. A grande religiosidade de um povo como o nosso, inspira frequentemente diversos actos que, por serem nicos, passam histria e se tornam prticas colectivas, como o caso destes festejos. A sua origem remonta ao tempo da Rainha Santa Isabel, esposa de D. Dinis, Rei de Portugal. Tal como conta a histria, a Rainha era de uma bondade impressionante, reunia pobres sua mesa e, em gesto de humildade, colocava sobre as suas cabeas a coroa real. Este gesto to espantoso deu brado, chegando at ns transportado na mente dos nossos antepassados. A transformao de tal acto humano num de ndole divina aconteceu na Ilha Terceira e nos Aores em geral, no se sabe como nem quando. O certo, porm, que tomou tamanha dimenso entre o povo que este para poder realizar a sua aco caritativa, formou as Juntas que se encarregavam de proceder recolha de bens para os distrbuir depois. Assim nasceram os Imprios de caridade dedicados ao Divino Esprito Santo, que vieram a espalhar-se por todas as freguesias. Na Terra Ch o mais antigo o do Terreiro data de 1861. A famlia dos Corvelos deixou um legado a este Imprio com o fim de serem dadas, anualmente, esmolas de po e de carne a pobres, hospitais e asilos, na Festa do Esprito Santo. Este Imprio promove as suas festas no Domingo do Pentecostes (festas do primeiro bodo) e no Domingo da Trindade (festas do Bodo da Trindade). O Imprio da Canada de Belm e o Imprio da Boa Hora construram-se em 1958, embora j funcionassem anteriormente, no incio deste sculo, com estruturas desmontveis, em madeira. As festas do Imprio da Canada de Belm realizam-se no 5 Domingo de Pscoa, precisamente na segunda semana antes da festa do primeiro Bodo. Na Boa-Hora as festas do imprio acontecem tradicionalmente no segundo domingo a seguir ao Bodo da Trindade. Bem mais recentemente, em 1993, foi construdo o Imprio do Bairro Habitacional que realiza as suas festas a meados do ms de Julho a seguir Festa de N. Sr. do Carmo.

(Terra Ch - Roteiro cultural, 1999)