Dois acontecimentos históricos


Dois acontecimentos históricos estão na origem dos nomes de dois locais da freguesia: Lugar das Casas Queimadas e Lugar das das Guerrilhas. O primeiro provém do incêndio lançado a uma casa de moradia situada numa quinta no Caminho dos Regatos , então pertencentes a André Machado Lemos, que ali vivia com a sua família. Era o ano de 1828. Os miguelistas lutavam contra os constitucionais, apoiantes do Duque de Bragança. Ao dirigir-se para as Doze Ribeiras, um emissário liberal foi atacado por um guerrilheiro que se apoderou da mensagem que aquele levava, vindo a refugiar-se na casa de André Lemos. Sabendo do acontecimento, os anti-miguelistas,de espirito revoltado e sem apurar culpas, incendiaram aquela casa com todo o recheio e os próprios ocupantes.Mas, num rebate de consciência acabaram por salvar a família Machado Lemos. A sua casa ficou então conhecida por "Casa Queimada", e daí o nome ao lugar. O segundo local está na origem das guerrilhas que ocorreram na Ilha Terceira, exactamente na Terra Chã, durante a emigração liberal. Foi praticada por miguelistas que semearam a intranquilidade e a perturbação nas fileiras inimigas. Ficaram célebres dois guerrilheiros naturais da Terra Chã, "Boi Negro" e o "Rasgado". O Dr. Valadão Júnior chamou à Terra Chã na sequência de tais acontecimentos, o "alfobre de guerrilhas". Por isso, um dos seus lugares tomou o nome de Guerrilhas.

(Terra Chã - Roteiro cultural, 1999)